Como alimentar cães idosos | appegada
Baixe o app! Baixe o app!

Laisa Oliveira, 14/03/2019 Saúde

Alimentar cães idosos: eles precisam de atenção e cuidado

Todo mundo envelhece, até os nossos pets! Saiba como cuidar do seu cãozinho na melhor idade.
Alimentar cães idosos: eles precisam de atenção e cuidado

Em cada etapa da vida os pets têm necessidades especiais. Não é muito diferente dos seres humanos, que também precisam ter um pouco mais de cuidado na terceira idade. Alimentar cães idosos requer disciplina e consciência de que o pet não é mais o mesmo, que ele não pode digerir certos alimentos e que o foco são alimentos que possam prolongar a vida do animal confortavelmente.
Normalmente, os cachorros alcançam a “melhor idade” com 07 anos. Entretanto, existem algumas exceções. Por exemplo, cães com porte grande ou muito grande podem envelhecer mais rápido, tornando-se idosos aos 05 anos de vida. Também é preciso analisar como foi a alimentação em todas as etapas da vida do animal e as doenças que ele precisou tratar.
Os nutrientes que um cachorro precisa ao longo da vida são, basicamente, os mesmos, a diferença está na quantidade. Um filhote pode consumir muito mais gordura do que um idoso, aliás, no fim da vida o consumo de gordura deve ser extremamente restrito.

Dicas para alimentar cães idosos

Primeiro, você deve saber que o seu cãozinho precisa de uma dieta diferente. Existem diversos produtos no mercado que atendem as diferentes idades de um cachorro, porte, raça e necessidades especiais. Como já dito, é preciso diminuir a gordura e focar em aumentar o consumo de fibra. A fibra irá dar a sensação de saciedade que seu pet precisa, enquanto a gordura pode fazer com que o peso aumente. Com a pouca disposição para fazer exercícios físicos, um animal acima do peso pode desenvolver diabetes e outras doenças.
O uso de vitaminas e suplementos pode ser adicionado ao cardápio do seu pet. O suplemento é receitado caso haja alguma deficiência no organismo. A reposição de vitamina E serve para aumentar as defesas do cachorro e a vitamina C para atrasar o envelhecimento celular, pois a falta dela evita o desgaste cerebral. Se o seu pet precisar de algum tipo de reposição é importante seguir o receitado pelo veterinário, pets idosos podem desenvolver doenças como o Alzheimer.
Alguns cachorros podem perder o paladar. Se isso acontecer, a alimentação do seu pet deve ser mais convidativa. Existem muitas opções além da ração tradicional, como a molhada e até a alimentação natural. Alguns tutores cozinham para os seus bichinhos. Também nesta fase é preciso evitar comer doces e outras coisas muito atrativas perto do pet, ele pode sentir muito desejo.

Se você vai optar pela alimentação natural ou percebeu que ele mudou nos últimos dias, avise imediatamente o veterinário do pet. Qualquer forma de tratamento ou mudança drástica de alimentação, devem ser sob supervisão de um profissional.