Cachorro ofegante pode ser um alerta | appegada
Baixe o app! Baixe o app!

Olívia Gravina, 29/08/2022 Saúde

Cachorro ofegante pode ser um alerta, entenda

Ficar ofegante após um passeio ou brincadeiras é normal, mas quando essa condição é mais frequente pode ser indicativo de algo grave. Saiba mais!
Cachorro ofegante pode ser um alerta, entenda

Os animais de estimação costumam fazer mil e uma atividades: brincar, correr, cavoucar o jardim e outras travessuras. Tanta agitação pode deixar o doguinho ofegante, o que é normal. Porém, há casos em que o cachorro fica ofegante com frequência e sem um motivo aparente, o que pode indicar algum problema de saúde.

Neste artigo, você vai saber quando ter um cachorro ofegante é motivo de preocupação e avaliação por um veterinário.
 

Saiba porque um cachorro ofegante é sinal de alerta


Um cachorro ofegante depois de muitas atividades é normal, afinal, brincar, correr dentre outras atividades pode exigir um esforço a mais do animalzinho, mas existem situações em que o sintoma pode indicar algo mais sério. 

Antes é preciso entender o porquê de um cachorro ficar com a respiração difícil. Enquanto os humanos regulam a temperatura corporal por meio do suor, os cães realizam a troca de calor por meio da respiração. Então, em dias muito quentes ou após as atividades corriqueiras, a respiração acelerada não é problema. 

A ofegação costuma ser sinal de preocupação quando acontece sem um motivo aparente ou enquanto estiver em repouso. Além disso, o cachorro ofegante juntamente com outros sintomas pode ligar um alerta, como apatia, tosse, língua roxa, tremores e até mesmo ansiedade. Esses sintomas podem indicar desde intoxicação, problemas no coração, problemas respiratórios como pneumonia, bronquite e até mesmo câncer. 

Outro ponto a ser lembrado é a questão dos cães braquicefálicos, isto é, que possuem o focinho curto. Esses animais já têm por natureza uma tendência a ter problemas respiratórios, por isso, quando eles apresentam uma dificuldade a mais para respirar, é necessários que os tutores fiquem de olho.

Dependendo do diagnóstico, o tratamento pode ser realizado em casa, mas há casos em que a internação se faz necessária. De qualquer maneira, é necessário que o pai ou mãe de pet, ao notar que o cãozinho está com dificuldade para respirar, leve o pet ao veterinário de confiança para que sejam feitos os exames necessários e o tratamento adequado. Também é importante que o tutor não ministre remédios caseiros para que a situação do animalzinho não piore. 

Agora que você já sabe as causas de um cãozinho estar ofegante, que tal baixar o app da appegada e conferir as ofertas de medicamentos que os lojistas parceiros preparou para você? Assim, após a consulta com o veterinário de confiança, você pode adquirir tudo o que o seu bichinho precisa com muito mais facilidade. Clique aqui para baixar o app e se cadastrar!